terça-feira, 2 de Dezembro de 2008

Assine a petição


Extensão aos velocípedes dos benefícios fiscais à aquisição de veículos não poluentes
Assina a petição. Mostra a amigos, conhecidos e familiares.
Vamos reunir as 5000 assinaturas e levar o assunto à Assembleia da República.
Assina a Petição aqui
http://www.petitiononline.com/IRSBICIC/petition.html
 
Mais informação sobre a petição:
 
Transportes: simpatizante da 'bicla' inicia movimento para incluir velocípedes nos descontos do IRS 

sexta-feira, 14 de Novembro de 2008

1.º Fórum Técnico - ECOPISTAS. Corredores verdes


ECOPISTAS. Corredores verdes, I Seminário Regional - Viseu

SEMINÁRIO MAIOR DE VISEU, Largo de Santa Cristina, Viseu

21 e 22 de Novembro de 2008

INSCRIÇÕES: Online no sítio Câmara Municipal de Viseu www.cm-viseu.pt

Promotores: REFER e CMV

 

Objectivos

Em termos gerais, com este fórum pretende-se avaliar e explorar o potencial que as Ecopistas assumem enquanto infra-estrutura ao serviço da promoção do desenvolvimento territorial, patrimonial e turístico. Através da rede de Ecopistas enquanto motor dinamizador, assente num conceito de multi e intermodalidade este fórum pretende envolver os responsáveis políticos, decisores locais e população em geral numa aposta firme e conjunta na valorização, preservação e revitalização do património nacional, sendo dado particular enfoque à região envolta às linhas do Dão, do Vouga e do Mondego.

Paralelamente pretende-se que o Fórum proporcione um espaço de encontro, reflexão e de partilha de experiências e saberes, contando com o contributo de investigadores, personalidades e especialistas nacionais e estrangeiros, nas áreas temáticas em consideração, potenciando uma abordagem integrada e enriquecedora, no âmbito da mobilidade ciclo-pedonal e da acessibilidade universal. 

Particularmente dirigido aos responsáveis pela concretização das acções, pretende-se ainda disponibilizar um conjunto de linhas orientadoras à organização de candidaturas a fontes de financiamento e à potenciação de parcerias Público-Privadas.

 

Informação: programa  

segunda-feira, 22 de Setembro de 2008

Inauguração NaturRia

Mais informações: blogue http://murtosaciclavel.blogs.sapo.pt/)


Do Bico à Varela a pedalar à beira da ria (JN)

(as fotos do evento, gentilmente cedidas pelo Jorge Pinto (Casaínho), podem ser consultadas no blogue http://murtosaciclavel.blogs.sapo.pt/)

Notícia publicado hoje (21/09/2008) no Jornal de Notícias

"Ciclistas de todas as idades inauguraram, este sábado, o primeiro troço NaturRia (percurso visitável da natureza), que liga o cais do Bico à ponte da Varela, numa extensão de 10,5 quilómetros, pelas margens da ria de Aveiro.

O NaturRia assume-se como um percurso ribeirinho estruturado e organizado, que convida o visitante à descoberta e à fruição da natureza e do património cultural, a pé ou de bicicleta, através de um conjunto de vias sinalizadas, que ligam uma série de lugares de interesse ecológico, paisagístico e cultural.

O troço a inaugurado ontem, entre o Bico e a ponte da Varela, numa extensão de 10,5 quilómetros, incluiu zonas de descanso e painéis interpretativos da fauna e flora dos locais, bancos e papeleiras, localizados no cais do Bico, na ribeira de Pardelhas, no cais da Mamaparda, no cais da Béstida e na Varela, além de "ilhas" de observação na natureza, situadas, ao longo do percurso, nos locais de maior interesse paisagístico.

O segundo troço - entre os cais do bico e a ribeira Nova - faz parte da segunda fase do projecto e deverá ficar disponível dentro de "um ano ou ano e meio".

O NaturRia é, para a Câmara da Murtosa, mais um passo na concretização da estratégia de valorização dos recursos naturais do Município, que pretende-se aliar o desenvolvimento com a conservação do património e a sua fruição pelas populações, de uma forma equilibrada e sustentável, e surge na sequência do projecto "Murtosa Ciclável", que tem vindo a desenvolver de parceria com a Universidade de Aveiro.

A Câmara prevê a criação de uma rede de ciclovias, não só na frente ribeirinha como nas zonas urbanas (Murtosa e Torreira), que incremente o uso quotidiano da bicicleta, promova a mobilidade ciclável ligada ao turismo e ao lazer e, por esta via, ajude a combater a sazonalidade turística.

Além do NaturRia, a autarquia tem, também, nesta área, na fase de apreciação das candidaturas, mais três projectos: o NATURAMIGA, com municípios de Espanha, o CICLORIA, com Estarreja e Ovar, e outro com a Fundação EDP".



quarta-feira, 17 de Setembro de 2008

Poster do Projecto de Mobilidade Sustentável da Murtosa

Pode obter aqui o poster em formato pdf.

Este poster irá fazer parte de um Exposição itinerante promovida pela Agência Portuguesa do Ambiente sobre o tema da Mobilidade Sustentável.

sábado, 13 de Setembro de 2008

20 Setembro, apresentação do NaturRia - percurso ciclável de natureza da Murtosa


No próximo dia 20 de Setembro será inaugurado o primeiro troço do NaturRia – Percurso Visitável da Natureza, na área marginal da Ria de Aveiro, no Concelho da Murtosa, entre o Bico e a Varela, passando pela Ribeira de Pardelhas, Ameirinhos, Mamaparda e Béstida, numa extensão de cerca de 10,5 Km.

A apresentação do NaturRia, terá lugar na sede da Associação do Amigos da Ria e do Barco Moliceiro, na Ribeira de Pardelhas, por volta das 9:30h, com programa a divulgar proximamente, seguindo-se uma visita ao percurso. A Câmara Municipal da Murtosa convida todos a marcarem presença na acção de apresentação, sugerindo que se façam acompanhar da sua bicicleta, para que possam, posteriormente, visitar o percurso.


sexta-feira, 12 de Setembro de 2008

Conferência Final de encerramento do Projecto de Mobilidade Sustentável (APA)

Vai decorrer no próximo dia 19 de Setembro, em Lisboa, a Conferência Final de Encerramento do Projecto de Mobilidade Sustentável. As inscrições devem ser feita para o seguinte email: luz.correia@iambiente.pt ou telf: 214 721 488
Pode obter aqui o Programa da Conferência
Mais informações sobre o projecto em http://www.mobilidade.weblx.net/

terça-feira, 22 de Abril de 2008

Dia da Terra comemorado em Setúbal com bicicletas

A escola secundária D. João Segundo, em Setúbal, resolveu comemorar o dia da Terra com um desfile de bicicleta com destino ao centro da cidade, com o objectivo de sensibilizar para a necessidade de melhorar as condições para os utilizadores deste modo de transporte amigo do ambiente.

segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2008

I Forum Murtosa Ciclável

No próximo dia 29 de Fevereiro, pelas 21:30h, realizar-se-á, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o 1º Fórum Murtosa Ciclável. O evento pretende dar a conhecer o Projecto Murtosa Ciclável à comunidade local, nomeadamente os projectos, as parcerias e as acções preconizadas no seu âmbito, envolvendo todos na definição e implementação da estratégia ciclável do Município.
O Fórum Murtosa Ciclável será aberto a toda a população e contará com a intervenção de diversas entidades, ligadas à rede de parcerias do Projecto, como a Agência Portuguesa do Ambiente, a Universidade de Aveiro, a ABIMOTA e o Bioria, para além da equipa de trabalho da Câmara Municipal da Murtosa.
O Projecto Murtosa Ciclável teve a sua génese na candidatura, feita pela Câmara Municipal da Murtosa, em Maio de 2006, ao Projecto Mobilidade Sustentável, promovido pelo então Instituto do Ambiente, actual Agência Portuguesa do Ambiente. A candidatura da Câmara Municipal da Murtosa foi uma das 40 escolhidas, como caso de estudo, num universo de 124, tendo sido a única do distrito de Aveiro a passar a fase de selecção.
Indo de encontro à vontade manifestada pelo Executivo Municipal, a Agência Portuguesa do Ambiente escolheu a Universidade de Aveiro como parceira na definição do Projecto de Mobilidade para o Município da Murtosa, tendo o respectivo protocolo de cooperação sido assinado no início de 2007.
Aos três parceiros iniciais – Agência Portuguesa do Ambiente, Universidade de Aveiro e Câmara Municipal da Murtosa – foram-se juntando outros, cujo domínio de acção tem relevância para o projecto. Neste âmbito foram convidados a ABIMOTA - Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas, a Escola Padre António Morais da Fonseca, a Inovaria e o BioRia, formando assim uma rede informal de parceiros, para a implementação da Murtosa Ciclável.
Face à consolidação do projecto, o 1º Fórum Murtosa Ciclável servirá como acção de divulgação da estratégia ciclável do Município, que assenta, fundamentalmente, na promoção da mobilidade urbana e do ecoturismo (cicloturismo), valorizando a bicicleta como meio de transporte acessível, amigo do ambiente, saudável e potenciador de novas formas de lazer, de descoberta da natureza, da cultura local e do património natural e construído.

quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

Troço Ferroviário transformado em Ecopista no Alentejo

O troço ferroviário desactivado, de 17 kms de extensão, que atravessa os concelhos de Estremoz, Borba e Vila Viçosa, vai ser transformado numa ecopista, de carácter turístico. "O projecto vai ser desenvolvido numa parceria entre a Rede Ferroviária Nacional (REFER) e os três municípios, cabendo às autarquias elaborar uma candidatura aos fundos da União Europeia para comparticipação da obra, após a adjudicação do projecto, explicou à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal de Borba, Ângelo de Sá."
"A iniciativa, segundo o autarca, pretende criar um circuito ciclável e pedonal, de carácter turístico, que promova a interligação entre os núcleos urbanos e locais de interesse h istórico-cultural e ecológico e ao património ferroviário edificado." O estudo prévio prevê a criação de um circuito de manuntenção para velocípedes e a reutilização das estações de caminho-de-ferro e peadeiros localizados nos três concelhos.
Como resultados esperados, os municipios pretendem "promover o desenvolvimento integrado da região, o turismo, recreio e lazer ao ar livre e a recuperação de património em mau estado de conservação, no âmbito de um incentivo à conservação da natureza e valorização dos sistemas naturais existentes."
"Na primeira fase, a proposta de intervenção, segundo o autarca de Borba, consiste sobretudo na regularização do leito do canal ferroviário e pavimentação, assim como o tratamento dos cruzamentos e a instalação de equipamentos inerentes à segurança do percurso. Na segunda fase, será contemplado o enquadramento paisagístico da via com a instalação de um coberto vegetal adequado, assim como a limpeza e controlo da vegetação em excesso."
"(...) o projecto pretende também valorizar o Museu do Mármore, que está instalado na antiga estação de caminho-de-ferro de Vila Viçosa, que servirá de ponto de partida para a ecopista e para circuitos urbanos."
Notícia completa no Diário Digital.

"Ir a butes era andar a pé (...), mas agora (...) andar de BUTE passa a significar utilizar a bicicleta"

A frase é do secretário de estado da Juventude e do Desporto, no lançamento oficial da bicicleta de utilização estudantil (BUTE), na Universidade do Minho. Este projecto da Ideia Biba, que já mereceu atenção no Bicicleta Portugal aqui e aqui, "deverá ser aplicado em breve por outras universidades, como Lisboa e Porto. «Até 2010, o programa deverá ser aplicado noutras zonas do país e também no estrangeiro», disse ao Portugal Diário o CEO da empresa, José Nuno Amaro."
"Como a própria IDEIA BIBA, esta ideia é muito inspirada no projecto BUGA de Aveiro. No entanto, o design provém da Costa Oeste americana, onde é utilizado o modelo Cruiser. A BUTE terá um cesto para livros ou computadores, um suporte publicitário, guarda-lamas, protecção de corrente, fecho de segurança, velocidades e matrícula.

Considerando o que aconteceu em Aveiro, onde muita gente acabou por ficar com as BUGAs, não as devolvendo ao circuito, em Braga a pessoa que aluga a bicicleta será mais responsabilizada e acompanhada. Após a atribuição de uma licença será, posteriormente, contactada por SMS e e-mail para parquear a bicicleta. Existe, ainda, uma tabela de coimas para eventuais estragos."
O secretário de estado da Juventude e do Desporto deixou ainda uma mensagem de incentivo ao desporto ao ar livr. "Em Portugal preocupamo-nos muito em construir infra-estruturas e acabamos por não usufruir das excelentes condições climatéricas», com José Nuno Amaro a ir mais longe: «É preciso mudar mentalidades».
Noticia completa no site da BUTE.

terça-feira, 29 de Janeiro de 2008

Murtosa apresenta projecto ciclável

"A Câmara Municipal da Murtosa e a Universidade de Aveiro apresentaram, no passado dia 14 de Janeiro, uma candidatura ao Programa de Iniciativa Comunitária INTERREG IV, com o Projecto "Bicare", no âmbito do Projecto Murtosa Ciclável.
Para além da Câmara da Murtosa e da Universidade de Aveiro, de Portugal, o Projecto "Bicare" conta com a parceria de Universidades, Municípios e outras entidades – 19 ao todo - de uma série de países europeus, nomeadamente da Alemanha, de Itália, de Espanha, da Grécia, da Lituânia, da Estónia, da Letónia e da Rússia.

O Programa Comunitário INTERREG (Interregional Cooperation Programme) proporciona a cooperação entre instituições locais e regionais de diferentes países da União Europeia, Noruega e Suiça. Materializa-se no financiamento de projectos, nos quais as instituições discutem e transferem as suas experiências e, em conjunto, desenvolvem abordagens e instrumentos que incrementam as políticas de desenvolvimento regional e de modernização económica.

Os objectivos do Projecto Bicare, no que à estratégia ciclável da Murtosa diz respeito, são o desenvolvimento de uma rede de infraestruturas (vias cicláveis e espaços de paragem) e serviços básicos (segurança e logística) de um sistema ciclável local e regional; promoção de iniciativas que potenciem o uso da bicicleta, com as escolas, empresas e serviços públicos; promoção de actividades económicas de suporte ao lazer ciclável, através de iniciativas culturais, artísticas e actividades tradicionais; a articulação da investigação e desenvolvimento de soluções com a economia ciclável local; a definição um modelo de governação para melhorar a estratégia ciclável local e regional.

No seu âmbito transfronteiriço, o Projecto Bicare pretende fomentar o desenvolvimento de parcerias e redes de conhecimento, entre as instituições participantes dos diferentes países, tendo por base a mobilidade sustentável." in Câmara Municipal da Murtosa

sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

A-Bike

A Sinclair research, uma empresa dedicada ao desenvolvimento de novos produtos, criou a A-Bike, um novo conceito de bicicleta, leve e facilmente transportável.

Em Portugal, é possivel encontrar esta inovação aqui.

sexta-feira, 14 de Dezembro de 2007

Murtosa Ciclável


Visite o novo blogue do projecto Murtosa Ciclável

quinta-feira, 22 de Novembro de 2007

O Projecto de Mobilidade Sustentável da Murtosa na TV

O Projecto de Mobilidade Sustentável da Murtosa, no qual o Grupo de Investigação se encontra a trabalhar, foi destacado no programa 3810 que a Universidade de Aveiro produz para a RTP2.
Para quem não viu, aqui fica a reportagem apresentada.

terça-feira, 6 de Novembro de 2007

Uma bicicleta para andar no rio

"É uma bicicleta, mas para andar sobre a água. Em ano e meio de trabalho, Victor David já construiu oito e, aos poucos, as bicicletas náuticas começam a percorrer rios e lagos na zona da Bairrada. A patente já está na fase final de registo.

(..) A inovação, explica Victor David, está no facto de o utilizador se fazer deslizar ao cimo de água, "exactamente da mesma forma que numa bicicleta tradicional".
(...) Victor David, farto de ouvir a imposição dos 35 anos de idade para aceder a novo emprego, foi desenhando chassis, fez moldes de flutuadores, procurou redutores/ aceleradores e montou tudo, encaixando umas peças nas outras.

O resultado final são bicicletas únicas, de patente quase registada, "leves e seguras", mas abertas ao "tunning". É que, encontrados os mecanismos certos, os modelos poderão ser adaptados ao gosto do cliente. "Estas são um pouco mais largas, quase como as gaivotas, para as pessoas não terem receio de virarem, mas podem fazer-se com os flutuadores mais estreitos", explica o inventor que, residente em Sangalhos, Anadia, reconhecendo a influência do ciclismo na sua vida.

Encomendas ainda não há, mas o objectivo é aumentar a capacidade produtiva, tornando a bicicleta mais barata dos que os actuais 1000 euros, e formar uma empresa que empregue o próprio inventor e outras duas pessoas. O projecto, que foi acompanhado pelo Centro de Emprego de Águeda, aguarda aprovação."

in Jornal de Noticias 05/09/2007
Notícia completa aqui.

Primeiras Jornadas da Bicicleta Pública

Vão ocorrer em barcelona, nos dias 29 e 30 de Novembro, as primeiras jornadas sobre a bicicleta de utilização pública. Os objectivos passam por esclarecer as dúvidas dos municipios, e por partilhar conhecimentos e experiências dos que já possuem um sistema do tipo "Rent-a-bike".

Mais informações: http://www.bicicletapublica.org

sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

Universidade do Minho distribui bicicletas aos alunos - PARTE II

As bicicletas que vão ser distribuidas aos alunos são construidas com materiais 100% recicláveis. Para além dos campus da academia, os parques de estacionamento deverão ser alargados "a outras zonas da cidade de Braga e às estaçõesdo caminho-de-ferro e de camionagem, "a ideia é de que as pessoas possam deixar a bicicleta parqueada e irem para casa de comboio ou de autocarro". A conjugação com os próprios transportes urbanos é uma dasideias que poderão vir a ser exploradas."

Com este objectivo, "As negociações com as câmaras de Braga e de Guimarães vão começar em breve, já que é intenção da empresa promotora alargar depois este projecto ao resto da população, numa lógica de "Eco Mobilidade", que se traduz no recurso de um menor uso dos recursos fósseis, minimizando a produção de emissões de gases e resíduos.Este projecto destaca-se dos demais pela personalização à comunidade universitária, dentro de uma mobilidade pública, mas, ao mesmo tempo,intransmissível, "conferindo novos hábitos, conceitos e responsabilidades às gerações futuras", referem ainda os elementosligados à empresa aveirense."

in Jornal de Notícias 1/11/2007